Muriel, vereador reeleito de São Francisco do Conde/ BA

Representatividade na política baiana

Publicado em 08/12/2020 18:03 - Atualizado há 4 meses

A falta de representatividade do negro na política era um incômodo para Muriel. Ainda mais em se tratando de São Francisco do Conde na Bahia, em que a população negra e parda é preponderante. “O Brasil é um território que possui grande diversidade cultural, étnica e social. Porém, esta mesma diversidade não aparece em alguns lugares, como, por exemplo, na política. O número de candidatos cresceu nos últimos anos, mas a proporção de eleitos ainda está longe de representar a população negra”, resume.

O vereador reeleito considera que o movimento Afro Progressistas é fundamental não apenas para facilitar o acesso à participação política. Mas, também, para valorização cultural e social. "Acho importantes e necessárias todas políticas públicas para estimular a cultura afrodescendente: promoção de igualdade racial, defesa da liberdade religiosa e o incansável combate ao racismo e todo tipo de discriminação. Somos múltiplos, precisamos defender a diversidade”, diz.

Na Câmara Municipal, Muriel pretende focar na melhoria do atendimento de saúde e na criação de emprego e renda para a população. "Nós trabalhamos diariamente levando famílias em diversos lugares para terem atendimento médico e exames. Esse sempre foi nosso principal objetivo e, sem dúvidas, iremos fortalecer ainda mais esse apoio às famílias que precisam”, promete. Muriel acredita que a justiça social se inicia com empregos. "Na área de qualificação, estamos sempre formando profissionais e os inserindo no mercado de trabalho”.

Para aqueles que sonham em melhorar a vida do brasileiro por meio do poder público, Muriel incentiva. ”Participe, é importante politizar- se! A política é o meio por onde as comunidades podem buscar o melhor caminho para a coletividade. É no campo político que o povo decide seus direitos e os rumos a serem trilhados pelo coletivo”, termina.

Baixe aqui a revista digital Gestão Progressista.

Confira a entrevista com o vereador reeleito de São Francisco do Conde/BA:

- Para começar, poderia nos contar como foi sua decisão de participar efetivamente da política em São Francisco do Conde?

Muriel: Na verdade, a decisão inicial não partiu de mim e sim dos amigos que viram a minha sede de trazer dias melhores para o próximo. Foi quando percebi que precisava buscar mais recursos para conseguir ajudar mais pessoas. Com isso, um amigo decidiu colocar meu nome para ser candidato a vereador em 2012, onde fui suplente com 640 votos, logo em seguida 2016 fui o mais votado da eleição. Hoje, as minhas maiores contribuições  são nas áreas  de saúde e qualificação, gerando mais oportunidades de emprego e renda. Nós trabalhamos diariamente levando famílias em diversos lugares para terem atendimento médico e exames, esse sempre foi nosso principal objetivo , e sem dúvidas iremos fortalecer ainda mais esse apoio às  famílias que precisam. Já na área de qualificação, estamos sempre formando profissionais e os inserindo no mercado de trabalho.

- Como a questão da cor entrou em sua atividade política e, depois de eleito, no seu trabalho legislativo?

Muriel: O Brasil é um território que possui grande diversidade cultural, étnica e social. Porém, esta mesma diversidade não aparece em alguns lugares, como, por exemplo, na política. O número de candidatos cresceu nos últimos anos, mas q proporção de eleitos ainda está longe de representar a população negra. Acredito que precisamos agir para potencializar esse movimento, sou militante na Câmara e busco criar projetos beneficiando os franciscanos, que é uma população negra. Precisamos de representatividade!

- Pode nos contar como foi a campanha que te reelegeu?

Muriel: Dessa vez tivemos uma campanha atípica, ocasionada, pela presença de uma pandemia que, desde março, nos obrigou ao distanciamento social. Foi difícil, não fizemos o corpo a corpo para evitar a propagação do COVID19, mas  com a permissão de Deus e a força do povo, o resultado foi positivo.

- Qual a importância que você confere ao movimento Afro Progressistas na viabilidade de candidatos afrodescendentes?

Muriel: Acho importante e necessário todas políticas públicas para estimular  a cultura afrodescendente: promoção de Igualdade racial, defesa da liberdade religiosa e o incansável combate contra o racismo e todo tipo de discriminação. Somos múltiplos, precisamos defender a diversidade. Não só no âmbito da política, mas como um todo.

- Para terminar, qual conselho você pode dar às pessoas que sonham em fazer um Brasil melhor pela política mas que nunca participaram?

Muriel: Participe, é importante politizar- se! A política é o meio onde as comunidades, podem busca o melhor caminho para o coletividade, melhorias no geral, e vencer  lutas que venham agregar maiores condições de vida em um determinada comunidade. É no campo político que o povo decide seus direitos e os rumos a serem trilhados pelo coletivo.