Progressistas nos estados: João Amin de SC

Publicado em 07/07/2021 20:09 - Atualizado há 2 semanas

Nascido em Florianópolis no dia 7 de junho de 1980, João Antônio Heinzen Amin Helou é deputado estadual da Assembleia Legislativa de Santa Catarina em segundo mandato. Tem a política no berço de sua família. É filho do ex-governador e atual senador Esperidião Amin e da ex-prefeita da capital catarinense e atual deputada federal, Angela Amin.
Formado em Administração e com mestrado em Administração na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), João Amin foi vereador eleito no pleito de 2008, sendo um dos vereadores mais votados na história de Florianópolis. Em 2012 se elegeu vice-prefeito da Capital.
Em 2014 alcançou cadeira na Assembleia Legislativa e, em 2018, conquistou segundo mandato, sempre enaltecendo a bandeira da defesa do meio ambiente e da qualidade de vida através do desenvolvimento sustentável.
No Parlamento catarinense é membro das comissões de Constituição e Justiça; de Turismo e Meio Ambiente; de Segurança Pública e de Ética e Decoro Parlamentar. Na presidência da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, pautou sua atuação na melhoria da infraestrutura e encabeçou o movimento pela extinção da cobrança de tributos relativos ao Terrenos de Marinha.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O deputado João Amin tem pautado seus mandatos pelas ações em prol do meio ambiente e da qualidade de vida, de forma a planejar o futuro e o desenvolvimento do estado de maneira sustentável, eficiente e transparente.  A rígida fiscalização dos gastos e ações do Executivo também são marcas de destaque da atuação do parlamentar na Alesc, além da destinação, por meio de emendas, de quase R$ 20 milhões para melhorias em todos os setores em diversas cidades catarinenses.
 
Durante a pandemia, Amin teve importantes projetos sancionados pelo governo estadual, como o que permitiu o uso de espaços, públicos ou privados, destinados à prática de esportes coletivos durante o período de estado de calamidade pública causado pelo Covid-19, assim como o PL que incluiu as lactantes no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19 em Santa Catarina.
 
Outros projetos importantes do parlamentar progressista também se transformaram em lei no Estado, a exemplo do que estendeu também para adultos o benefício da gratuidade na passagem intermunicipal às crianças portadoras de câncer. Em defesa da causa animal, João Amin foi o autor da Lei que proíbe o uso de animais em testes para produção de cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes.
 
Também de autoria do parlamentar, foi sancionado o Projeto PL que dispõe sobre a produção e comercialização de queijos artesanais de leite cru. A partir da sanção, ficou legalizada a produção de queijo elaborado com leite cru da própria fazenda, com métodos tradicionais e com vinculação a região de origem, desde que atendam todas as normas sanitárias pertinentes. Outra lei cujo projeto é do deputado é a que criou regras rígidas de autorização para o funcionamento de estabelecimentos que realizam desmontagem de veículos e comercialização de peças de reposição.
 
Com atuação de destaque, João Amin foi reeleito para presidir a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc. O parlamentar realizou audiências e reuniões cobrando a melhoria de diversas rodovias catarinenses, Também se engajou na fiscalização dos trabalhos de recuperação da Ponte Hercílio Luz, na cobrança junto ao governo federal em relação ao início das obras da alça de contorno da Grande Florianópolis e na implantação da Ferrovia Litorânea Sul.
 
Exercendo a função de fiscalização do Executivo, João Amin cobrou do governo do estado informações sobre gastos e sugeriu a privatização dos espaços que geram prejuízos aos cofres públicos, como no caso do Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira e do Terminal Rodoviário Rita Maria, ambos em Florianópolis. Após a solicitação, ficou evidente o prejuízo gerado pelos locais e o Estado se comprometeu a privatizá-los.